O preço dos medicamentos sobe até 38% após a desvalorização do peso

Um relatório de Héctor Polino mostra as variações de preço dos medicamentos nos últimos anos e alerta sobre o aumento registrado nos ùltimos três meses.

FONTE: El Destape

O representante legal de Consumidores Libres, Hector Polino, relatou que, de acordo com dados do manual farmacêutico, 10 drogas que correspondem a diferentes grupos terapêuticos tiveram aumentos que em um caso excedeu 270% entre 2015 e 2018. Tambèm alerta que alguns remédios aumentaram 38 por cento entre fevereiro e maio deste ano.

0000496834

A simbastatina X 10 mg, que serve para tratar a diabetes, custava em fevereiro deste ano 348 pesos, enquanto em maio, depois de mais de 20 por cento desvalorização da moeda argentina,  passou a custar 481 pesos, um aumento de 38%.

Os medicamentos estão entre os produtos mais afetados pela desvalorização, pois muitos são desenvolvidos no exterior ou possuem componentes importados. Segundo Polino,  os remédios aumentaram até 38% após a desvalorização.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s