Recessão sem fim: vendas em supermercados despencaram novamente em abril

Em abril, a queda nas vendas nas principais lojas de alimentos atingiu 12,6%, e nos shoppings a crise foi mais acentuada: 22,9%. Já são 10 meses consecutivos de índices negativos.

FONTE: Política Argentina

Efeito Macri: supermercados vazios
Efeito Macri: supermercados vazios

Segundo informou o INDEC (Instituto Nacional de Estatísticas e Censos) na terça-feira, o consumo interno não reagiu, como prometeu o governo, e sim aprofundou sua contração: as vendas nos shoppings caíram 22,9% comparadas com abril de 2018. Já nos supermercados a queda foi de 12,6%,


Já são 10 meses consecutivos de índices negativos.


No caso dos supermercados, as vendas a preços correntes em abril totalizaram  49.672 milhões de pesos, representando um aumento de 45,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Entretanto, quando descontada a inflação, chega-se a 12,6% de queda em preços constantes, alinhada com a contração do comércio em geral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s