Forte triunfo peronista em todo o país

A Frente de Todos alcançou um triunfo histórico nas eleições primárias – PASO – contra o coalizão oficialista Juntos por el Cambio. A chapa presidencial – Alberto Fernández – Cristina Fernández de Kirchner obteve 47,14% enquanto que Mauricio Macri-Miguel Angel Pichetto apenas conseguiu 32,44%.

FONTE: Agencia Paco Urondo

Em uma eleição histórica, a Frente de Todos derrotou o espaço Juntos por el Cambio em nível nacional e na província de Buenos Aires. Com 82% dos votos computados, a frente peronista-kirchnerista venceu com 47,14% contra 32,44% dos votos de Mauricio Macri. Além disso, na eleição de governador da província de Buenos Aires, a chapa Axel Kicillof – Verónica Magario derrotou a fórmula oficialista encabeçada por María Eugenia Vidal alcançou 49,17% contra 32,78%,  com 76% dos votos contados.

Alberto Fernámdez
Alberto Fernández perto de se eleger presidente

O presidente Mauricio Macri reconheceu a derrota em discurso para os militantes de Cambiemos. O candidato à reeleição disse que “fizemos uma eleição ruim”.

Por sua parte, na Frente de Todos, após o discurso do Axel Kicillof, o candidato a presidente Alberto Fernández apontou: “Nós não viemos aqui para restaurar um regime, mas sim para criar uma nova Argentina que leve em conta as melhores experiências, que termine com esse tempo de mentiras e que dê aos argentinos um horizonte melhor para o futuro.”
Embora as eleições  gerais sejam em outubro, é muito difícil para os candidatos oficialistas reverter esses números.

https://platform.twitter.com/widgets.js

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s