Movimentos sociais reivindicam emergência social

Diferentes forças sociais se mobilizam por todo o país e pedem para atualizar planos sociais e incorporar novos beneficiários.

FONTE: Primereando la noticias

Av. 9 de Julio, Buenos Aires.

Organizações sociais realizaram na quarta-feira um “dia nacional de luta” e soliciata medidas para enfrentar “a grave situação causada pela alta disparada dos preços, que agrava a fome e a miséria do povo”.

Da jornada de luta participam a Confederação dos Trabalhadores da Economia Popular (CTEP), a Corrente Classista e Combativa (CCC), Somos-Barrios em Pé e a Frente Popular Darío Santillán (FPDS).  Além disso, aderem a Central dos Trabalhadores da Argentina Autônoma (CTAA) e a Associação dos Trabalhadores do Estado (ATE).

Entre as reivindicações se destacam o aumento do Salário Social Complementar, a convocatória ao setor de Economia Popular ao Conselho Salarial, a implementação de leis de emergência e um bônus de 2.000 pesos para os trabalhadores informais, bem como uma Lei de Emergência Alimentar e um “aumento extraordinário” para aposentadorias mínimas.

O protesto será replicado em outras cidades importantes do país, como Rosario, La Plata, La Rioja, Santa Rosa, San Salvador de Jujuy, San Juan, Trelew e Posadas, entre outras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s