Foi reaberta a causa de Santiago Maldonado

O Tribunal Federal de Apelações de Comodoro Rivadavia decidiu reabrir o caso Santiago Maldonado, que havia sido abruptamente arquivado pelo juiz Gustavo Lleral, na véspera das eleições legislativas de 2017.

FONTE: Primereando las noticias

O tribunal descartou a existência do crime de desaparecimento forçado de pessoa, mas deixou em aberto a possibilidade de um ou mais membros da Gendarmería terem abandonado Santiago Maldonado nas águas do rio Chubut.

“Acreditamos que se investigou uma única hipótese criminal – aqui definitivamente descartada – sem que tenha se avaliado algum nexo de causalidade possível entre a omissão do pessoal da Gendarmería ou daqueles que entraram no rio com Maldonado”, afirmaram os juízes na decisão.

Por esse motivo, o Tribunal revogou a absolvição do gendarme Emmanuel Echazú.

A Gendarmería é a força militarizada que reprimiu os índios mapuches quando Santiago Maldonado, que participava de uma manifestação de apoio a causa deles, desapareceu. 75 dias depois, Santiago apareceu morto em circunstâncias confusas no Rio Chubut.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s