Devido à queda no consumo em agosto as vendas no varejo despencaram

Segundo dados do setor, todos os itens foram severamente prejudicados. As vendas caíram 18,6% interanual.

FONTE: El Destape

As vendas nas lojas de varejo caíram 18,6% em agosto em relação ao ano anterior e acumulam queda de 12,5% nos oito meses, segundo a Confederação Argentina de Médias Empresas (CAME). Foi o declínio mais acentuado até agora em 2019.

A entidade indicou que, durante o mês passado, muitos fornecedores aumentaram os preços conforme os novos valores do dólar; houve cancelamento das vendas devido à incerteza econômica ou aumentaram as transações à vista e em dinheiro.

As vendas caíram 18,6% interanual.

“As vendas de agosto no varejo tiveram muitas dificuldades, principalmente após as eleições PASO, que gerou incertezas no setor e causou atrasos na entrega de mercadorias, falta de preços [de referência] e cancelamento de pedidos”, justificou a entidade. Nem o programa Ahora 12 [que financia as vendas em 12 prestações sem juros] conseguiu aliviar a queda no consumo, embora a entidade tenha observado que o programa “continua sendo uma boa ferramenta para reduzir o declínio no consumo”.

Segundo o relatório, as baixas das vendas foram registradas em todos os setores. Em alimentos e bebidas a queda foi de 15,1% interanual. Calçados, eletrodomésticos e farmácias tiveram baixas entre 21 e 22%, enquanto em móveis, pneus, roupas e brinquedos, a queda interanual ficou em torno de 17 a 18%.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s