Inflação continua sem controle: preços no atacado subiram 11,2% em um mês

Dados do INDEC indicam que o aumento continuará nos próximos meses devido à desvalorização do peso. O acumulado de 12 meses é de 62,9%.

FONTE: Enorsai

Os preços no atacado registraram um aumento de 11,2% em agosto, de acordo com o Sistema de índices de Preços no Atacado do INDEC (Instituto Nacional de Estatísticas e Censos), por causa da desvalorização do peso após a derrota de Macri nas primárias (PASO).

Como o aumento está acima da inflação, isso poderá impactar gradualmente nos preços do varejo a partir de setembro, que já acumulam alta de 54,5% nos últimos 12 meses.

Por outro lado, os custos da construção subiram 7,2% em agosto, a maior variação desde setembro do ano passado. O acumulado nos primeiros nove meses do ano chega a 29,9% e o dos últimos doze meses a 52,7%.

Entre os setores mais afetados pelo aumento estão os produtos bovinos e agrícolas, com 7,9% de aumento, enquanto os manufaturados, maquinarias e eletrodomésticos tiveram alta de 26%.

Em relação ao mesmo mês do ano passado, veículos automotores, carrocerias e autopeças foram os que mais subiram, chegando a 88,3%. Seguem os produtos de papel, com 80,2%, e têxteis, que acumulam alta de 76,2% em relação ao ano anterior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s