Alberto Fernández em Salta: “Vou governar uma Argentina que foi administrada por ladrões de colarinho branco”

Durante seu discurso, o candidato a presidente mais votado nas eleições primárias em 11 agosto (PASO) disse que, se esses resultados forem ratificados em outubro, ele receberá um país “em estado deplorável”.

FONTE: Página 12

O candidato a presidente da Frente de Todos, Alberto Fernández, exigiu que Mauricio Macri “não prometesse aquilo que prometera e não cumpriu” e questionou a administração de Juntos por el Cambio [Juntos pela Mudança] por ter “chegado [ao governo] invocando liberdades e acabar [sua gestão] oprimindo os setores mais desprotegidos“.

Alberto Fernández com o candidato a governador de Salta Sergio Leavy.

Vou administrar uma Argentina governada por ladrões de colarinho branco e que deu aos amigos empresários grandes negócios que tivemos que pagar cada um dos argentinos“, disse Fernandez durante um evento na cidade de Salta, que foi planejado originalmente com a presença de sua companheira de chapa, Cristina Kirchner, que teve que viajar para Cuba por causa da saúde de sua filha Florencia, em tratamento naquele país.

Durante seu discurso, o candidato a presidente mais votado nas PASO de agosto disse que, se esses resultados forem ratificados em outubro, ele receberá um país “em estado deplorável”, com crescimento da pobreza, aumento do desemprego e fechamento de empresas.

Isso aconteceu e hoje o presidente percebe que isso não podia acontecer. Presidente, não prometa o que já prometeu e não cumpriu”, afirmou. Portanto, “não venha nos dizer que agora é a hora do trabalho, porque tudo o que você fez foi destruir empregos. Não venha nos dizer que devemos combater a pobreza porque tudo o que o senhor fez foi mergulhar 5 milhões de argentinos na promessa”.

Fernández observou que “essa é a herança que [os setores da direita] deixam cada vez que passam pelo governo. Vieram para acabar com as limitações cambiárias e vão deixar limitações cambiárias; vieram para aumentar as reservas do Banco Central e vão nos deixar sem reservas. Multiplicaram a inflação por dois. Esta é a única coisa que eles sabem fazer. E são sempre os mesmos que pagam a conta desses canalhas”.

Além disso, Fernández convocou a “cuidar do meio ambiente” e prometeu “cuidar de nossas florestas nativas”, uma demanda longa naquela província e em suas vizinhas do norte. “Chega de desmatamentos. Não ao desmatamentos. Vamos fazer isso porque o mundo precisa, porque o país precisa e Salta também”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s