Finalmente, foi a marcha do ‘Quarto de Milhão’: assim foi a despedida de Macri

O “núcleo duro” macrista acompanhou o presidente no que prometia ser uma demonstração muito importante de força para as eleições do dia 27. Finalmente, Macri teve que se contentar com pouco mais de 200 mil pessoas.

FONTE: Portal de Noticias

A “Marcha do Milhão”, só que não, só conseguiu reunir algo mais de 200 mil / 250 mil pessoas. Ou seja, foi a “Marcha do quarto de Milhão”. Mas o número realmente não importa. A verdade é que, em 27 de outubro, o presidente Mauricio Macri receberá uma significativa derrota nas urnas. Todas as enquetes colocam o binômio Fernández-Fernández 20 pontos acima de Macri-Pichetto.

Este 19 de outubro foi configurada como a grande despedida de Cambiemos do poder. Enquanto o presidente parecia empolgado, o rosto de derrota de Pichetto dizia tudo.

Macri fez um discurso novamente direcionado ao seu “núcleo duro”, evitando falar sobre economia e concentrando-se em uma suposta “luta contra a corrupção” (a corrupção própria não conta nesse slogan), sendo o ponto mais alto quando a multidão reunida gritava “que seja presa!”, em clara referência a Cristina Kirchner. O outro leitmotiv foi a “defesa da república”, slogan contraditório para um governo que tentou colocar do dos cinco ministros da Suprema Corte por decreto, e tem a Laura Alonso, uma “apaixonada por Macri” [como ela mesma disse], como chefe da Secretaria Anticorrupção.

O número de simpatizantes mal superava o terceiro quarteirão do teatro Colón, na Av. 9 de Julio.


Esse tipo de ato não influencia na votação nacional. Procura reter seus eleitores e trazer mais fiscais partidários para o domingo 27. Em todas as pesquisas Juntos por el Cambio continua a perder por 20 pontos. A aposta de Macri é eleger mais deputados no Congresso e, na sua interna com Larreta -prefeito da cidade de Buenos Airese- e Vidal – Governadora da Província de Buenos Aires -, posicionar-se como líder do antiperonismo histórico nos próximos anos, uma maneira de sobreviver ao destino esperado de desfilar sem parar pelos tribunais federais, dada a quantidade de processos judiciais acumulados durante sua presidência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s