Alberto alertou que revisará as taxas de serviços públicos e esclareceu quem deve “fazer um esforço”

Do México, o presidente eleito se diferenciou da administração de Cambiemos e forneceu alguns detalhes sobre as medidas que ele pretende implementar após a posse.

FONTE: Diario registrado

O presidente eleito Alberto Fernández concedeu uma conferência de imprensa no México, país no que se encontra para uma reunião bilateral com Andrés Manuel López Obrador, e lá forneceu alguns detalhes sobre medidas políticas e econômicas que aplicará a partir de 10 de dezembro.

Perguntado sobre os aumentos das tarifas que Mauricio Macri promoveu nos serviços públicos, Fernández esclareceu que “as tarifas permanecem dolarizadas quando o resto da economia não está” e anunciou: “Isso será revisto desde o primeiro dia, a partir de agora veremos o que nossa economia permite e exige ”.

“Como todos temos que fazer um grande esforço, quando digo todos, somos todos e todas … e [digo] todas pelas empresas de energia”, disse o presidente eleito, mostrando uma clara diferença com o atual presidente.

Alberto também explicou que, no início, as restrições a comercialização de moeda estrangeira permanecerão e manifestou: “O que a Argentina vive em questão de dólares é o que Macri produziu em termos de dólares, que não mudará apenas com a mudança de governo; apenas em 10 de dezembro saberei quantos dólares foram deixados nos cofres do Banco Central”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s