Alberto Fernández se comunicou com Evo Morales no meio da crise

O presidente eleito da Argentina manifestou sua preocupação e antecipou que esta tarde o Grupo Puebla lerá um documento em que se referirá à situação na Bolívia.

FONTE: Diario registrado

Esta tarde, quando o Grupo Puebla concluir em Buenos Aires o encontro que reune vários ex-presidentes e líderes políticos da região, haverá uma menção à grave situação do presidente boliviano Evo Morales, que nessa manhã chamou eleições de novo perante os protestos por suposta fraude eleitoral.

Por meio de seu Grupo de Auditores do Processo Eleitoral, a OEA -Organização dos Estados Americanos- anunciou no domingo que “não pode validar os resultados dessa eleição, por isso recomenda outro processo eleitoral”. O presidente boliviano aceitou esta decisão e convocou novas eleições, com o objetivo de apaziguar os protestos registrados desde a eleição de 20 de outubro passado.

Nesse contexto, o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, ligou para Morales e manifestou preocupação com o que está acontecendo, principalmente quando Morales lhe disse que os manifestantes atearam fogo na casa de sua irmã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s