Finalmente, Cristina depôs na justiça pela causa “Vialidad” mas não foi televisionada

“Não lhes parece importante a acusação que dizem que eu fui a chefa de uma associação ilícita, realmente não lhes parece importante para transmitir”, disse Cristina Fernández de Kirchner aos membros do tribunal.

FONTE: Primereando las noticias

Apontada como líder de uma suposta associação ilícita que prejudicou o Estado, a ex-presidenta Cristina Kirchner depôs na segunda-feira por mais de 3 horas no Tribunal Oral Federal 2, que investiga o redirecionamento de obras públicas durante seu mandato. O Tribunal se recusou a televisionar o julgamento e ela afirmou desafiante: “Não lhes parece importante a acusação que dizem que eu fui a chefa de uma associação ilícita, realmente não lhes parece importante para transmitir”.

Segundo o jornal Clarín, pouco tempo antes de seu depoimento Carlos Beraldi, advogado da vice-presidenta eleita, apresentou um último recurso para que a audiência fosse transmitida ao vivo pelo site do Poder Judiciário. No entanto, foi rejeitado pelos juízes do Tribunal Oral Federal 2, com a maioria dos votos do juiz Jorge Gorini e Andrés Basso.

“Se alguém tinha a dúvida da existência do lawfare, ou não sabia o que era, a leitura feita pelo presidente deste tribunal, onde nos é negado transmitir ao vivo esta audiência, isto é uma aula prática do lawfare na Argentina realizada por este Tribunal”, foi a primeira coisa que disse. Então expandiu a ideia: “Trata-se de perseguir líderes políticos”.

Nesse sentido, Cristina reclamou da investigação do caso, afirmando que a penhora de 10.000 milhões de pesos [imposto pelo juiz da instrução] era “ridículo, inédito” e disse: “Tudo o que o juiz Ercolini fez era antecipado pela mídia”.

“Todo esse processo é lawfare, são divulgadas coisas que não aconteceram para formar uma opinião pública, para que os juízes não tenham mais [remédio a não ser] condenar. Eu não sou advogada criminal, mas nunca ouvi um script na minha vida em vez de uma acusação”, afirmou.

Cristina Kirchner reclamou, uma e outra vez aos membros do tribunal pela recusa da transmissão da audiência pelas redes. “Vocês não acham que é importante”? disse Cristina encarando os juízes.

Após uma interrupção de 5 minutos para resolver um problema com o sistema de áudio, a ex-presidenta atacou o governo e criticou o relacionamento com o Judiciário.

“Um escândalo, uma vergonha, pressionando juízes e promotores, com reuniões públicas que foram publicadas mais tarde. Eu, acusada de ser a chefa de uma associação ilícita, isto é, de ser a chefa de uma quadrilha, me chama a atenção de que juízes tão sensíveis não tenham percebido isso. O governo que está saindo tinha uma balcão judicial que decidia quem estava indo para a prisão ou quem não estava, ou empresários”, afirmou.

“Há uma multiplicidade de acusações. Sou chefa de quatro associações ilícitas. Realmente não sei como tive tempo para governar, passei meu tempo criando associações ilícitas, dois com familiares e dois com empresários”, ironizou CFK.

Sobre o vínculo com o empresário Lázaro Baez,  disse: “Eu não sou amiga, nunca fui amiga de Lázaro Báez, mas não vou tolerar que, porque alguém é amigo de alguém, você deve condená-lo, isso acontecia na ditadura, não vou convalidar isso. Este tribunal com certeza é do lawfare e já escreveu a condenação. Eu não me importo, saibam, eu não me importo. Fui absolvida e me absolverá a história, e os senhores serão condenados pela história”.

Após seu depoimento, Cristina imediatamente se levantou sendo aplaudida pelos dirigentes e militantes que a acompanharam. À pergunta do juiz do TOF 2 sobre se ela iria responder perguntas, respondeu: “Perguntas? Perguntas têm que responder os senhores”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s