Evo Morales confirmou Zaffaroni como seu defensor ante o golpe boliviano

Evo Morales anunciou na quinta-feira no Hotel Bauen de Buenos Aires que os juristas argentinos Eugenio Raúl Zaffaroni e Raúl Gustavo Ferreyra serão seus consultores jurídicos em casos legais perante tribunais internacionais e bolivianos relacionados à sua derrubada e aos crimes que o governo golpista lhe imputa.

FONTE: Enorsai

Eugenio Raúl Zaffaroni, atual juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos.

O ex-membro da Corte Suprema de Justiça da Argentina considerou que Morales ainda é o presidente constitucional da Bolívia e, portanto, ele tem direito à imunidade de “um Chefe de Estado estrangeiro”, explicou Eugenio Zaffaroni, que também apontou que até agora eles não consideram nenhum pedido de extradição contra o presidente boliviano deposto e que só conhecem os mandados de prisão emitidos pelos promotores bolivianos pelo crime de sedição, que por sua natureza política não permite a extradição.

Raúl Ferreyra, por sua vez, disse que “a Bolívia se tornou um estado de não-direito. É um estado brutal”. Enquanto o líder do MAS [Movimento Ao Socialismo] garantiu que as ordens contra ele são o produto de suas denúncias dos abusos do governo golpista: “Quem protesta contra o governo golpista é sedicioso”.

Evo Morales chegou como refugiado na Argentina após a posse de Alberto Fernández, depois de um período no México quando a cúpula do Exército boliviano forçou sua renúncia. A presidente golpista, Jeanine Áñez, através do Ministério Público da Bolívia, acusou Morales de sedição, terrorismo e financiamento do terrorismo e emitiu um mandado de prisão contra ele.

A Promotoria argumenta que Morales é responsável por promover confrontos contra o golpe com base em um áudio no qual o ex-presidente é supostamente ouvido ordenando resistir e cercar as cidades para derrubar Áñez.

Embora o governo golpista já tenha convocado eleições gerais, ainda não definiu uma data. A Justiça boliviana autorizou a participação nas eleições do partido de Morales, o Movimento ao Socialismo (MAS), que definirá seus candidatos em um congresso inicialmente previsto para este mês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s