Pior equipe em décadas: o macrismo saiu com a maior inflação em 28 anos

O INDEC registrou 3,7% de inflação em dezembro, o que levou o aumento de preços em 2019 a 53,8%. Em 2018, foi de 50%.

FONTE: Primereando las noticias

“A melhor equipe em 50 anos” [como anunciara Macri em 2015] terminou com um fracasso econômico fenomenal. Segundo o INDEC (Instituto Nacional de Estatística e Censos), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de dezembro ficou em 3,7%, o que levou à inflação em 2019, o último ano do governo Macri, para 53,8%. Em 2018, o aumento de preços havia sido de 50%. Desde 1991, não havia números tão assustadores.

O setor que apresentou o maior aumento foi, novamente, o de alimentos e bebidas, muito sensível à variação do dólar, que quase dobrou em um ano. Também é o item que mais influi nas medições de pobreza e miséria.

O nível geral de preços em dezembro subiu 3,7%, os preços dos bens duráveis subiram 3,3%, enquanto os serviços aumentaram 4,5%. No acumulado, os aumentos foram de 58,4% e 45,7%, respectivamente, segundo o INDEC. Vale lembrar que Mauricio Macri havia dito na campanha eleitoral de 2015 que reduzir a inflação seria o mais simples de sua administração e, portanto, prometeu um aumento de um dígito anual nos preços. A realidade desmascarou qualquer história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s