Alberto criticou o lawfare e pediu:”nunca mais detenção arbitrária de opositores”

Após o debate pelos presos políticos, o presidente questionou a “justiça que persegue de acordo com os ventos políticos do poder”.

FONTE: Tiempo argentino

Após a polêmica entre funcionários do governo sobre a existência de presos políticos, o presidente Alberto Fernández publicou um vídeo nas redes sociais no qual denunciou o uso da justiça para perseguir oponentes políticos durante o governo de Mauricio Macri.

“Nos últimos anos, o lawfare se estabeleceu na Argentina. Então questionei a complacência judicial e da mídia com o poder político que possibilitou a perseguição e detenção arbitrária de opositores. Nunca mais uma justiça que decida e persiga de acordo com os ventos políticos”, afirmou o presidente através da sua conta do Twitter.

O vídeo foi publicado na segunda-feira na conta da Secretaria de Direitos Humanos da Nação e replicado na terça-feira pelo próprio presidente, que busca amenizar o barulho interno gerado pelo debate sobre presos políticos.

No vídeo, Alberto destaca que na Argentina “existem detenções arbitrárias que não devem continuar a ocorrer. Muitas dessas pessoas estão confinadas desnecessariamente há anos porque a lei processual lhes permitiria responder por esses processos em liberdade”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s