Histórico: FMI admite que dívida argentina “é insustentável”

Em um comunicado oficial, o Fundo Internacional Monetário deu razão ao novo governo argentino. No mesmo texto, pediram aos posuidores de títulos privados que aceitassem uma grande redução. Também anunciaram uma reunião bilateral entre Georgieva e Guzman para o próximo fim de semana.

FONTE: Política argentina

Em fato histórico para a política econômica argentina, o Fundo Monetário Internacional (FMI) admitiu em um comunicado oficial que a dívida do país “é insustentável”. Aconteceu depois do fim da última missão de seus enviados.

Ministro de economia Martin Guzmán e Kristalina Georgieva, diretora do FMI.

Depois de fazer um levantamento de tudo o que aconteceu economicamente desde a última revisão, eles resumiram: “À luz desses desenvolvimentos, e com base na análise de sustentabilidade da dívida de julho de 2019, os funcionários do FMI agora avaliam que a dívida argentina não é sustentável”.

Como resultado dos 4 anos de endividamento sistemático do governo de Maricio Macri, primeiro com investidores estrangeiros e em 2018 com o próprio FMI, a dívida externa argentina atingiu 91% do seu PIB.

No mesmo texto, o FMI pede aos detentores de títulos da dívida argentina para aceitar uma importante redução: “Como resultado, é necessária uma operação final da dívida, gerando uma contribuição considerável dos credores privados, para ajudar a restaurar a sustentabilidade da dívida com uma alta probabilidade”.

No contexto da próxima reunião dos ministros das Finanças do G20, a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, se reunirá com o ministro da Economia argentino Martin Guzmán para definir os próximos passos na relação entre o FMI e a Argentina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s