Milhares de mulheres pediram “aborto legal” em frente ao Congresso argentino

A manifestação pedia que o tema fosse tratado neste ano no Congresso. O Governo se comprometeu a enviar um projeto para permitir que o aborto seja “descriminalizado e legalizado”.

FONTE: Primereando las noticias

Milhares de mulheres se reuniram em frente ao Congresso argentino para pedir a legalização do aborto. O “Pañuelazo Federal 19F” [em referência ao lenço verde que carateriza o movimento pela legaização do aborto e à data 19 de fevereriro] foi promovido pela Campanha Nacional pelo Direito ao Aborto Legal, Seguro e Gratuito, dias após o início das sessões legislativas. O governo de Alberto Fernández anunciou que enviará um projeto para legalizar o aborto.

Em Buenos Aires, o “pañuelazo” foi apoiado por deputados e senadores dos blocos peronistas, progressistas e de esquerda, que apoiam a legalização do aborto. Em 2018, um projeto semelhante foi votado e esteve perto de conseguir sua aprovação (foi aprovado na Câmara dos Deputados, mas rejeitado por pouca margem no Senado). Este ano, a questão será debatida novamente no Congresso.

O Governo se comprometeu a enviar um projeto para permitir que o aborto seja “descriminalizado e legalizado”. O Executivo está terminando a elaboração. “É uma questão de saúde pública, não pode ser que haja mulheres que abortem e morram. Temos que parar de ser hipócritas. A legalização não força ninguém a abortar e pode salvar vidas”, disse Alberto Fernández, um entusiasmado defensor da iniciativa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s