Massa viaja ao Brasil para se encontrar com opositores a Bolsonaro em meio aos fracassados ​​encontros com Alberto Fernández.

O presidente da Câmara dos Deputados viajará com outros membros do corpo legislativo para o Brasil, onde realizará reuniões com seu colega brasileiro Rodrigo Maia e o chefe do Supremo Tribunal Federal, José Antonio Dias Toffoli. Esses dois líderes estão distanciados com o presidente Jair Bolsonaro, que ainda não conseguiu fazer sua reunião com o presidente argentino.

FONTE: Política argentina

Rodrigo Maia e Sergio Massa.

Sergio Tomás Massa embarca em uma viagem ao Brasil a pedido de Alberto Fernández para se encontrar com dois líderes distanciados de Jair Messias Bolsonaro. No Brasil realizará atividades com o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, e o presidente do Supremo Tribunal Federal, José Antonio Dias Toffoli.

Sergio Massa partiu para Brasília com uma delegação formada pelo primeiro vice-presidente da Câmara dos deputados argentina, Álvaro González, e pelos deputados Luis Contigiani e Pablo Ansaloni. A intensa agenda de Massa começará na quarta-feira, 4 de março, pela manhã, com um café da manhã de trabalho com o presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, Rodrigo Maia, e os chefes das bancadas partidárias, conforme informou o jornal Perfil.

Nesse sentido, Massa e Maia realizarão uma conferência de imprensa conjunta na Sala Verde da Câmara dos Deputados. Em seguida, eles realizarão uma reunião do Grupo Parlamentar Brasil-Argentina, presidido pelo ex-presidente e atual senador Fernando Collor de Mello, para realizar uma “mesa redonda” às 17 horas.

O dia termina às 18h30, com uma reunião entre Massa e Dias Toffoli no Supremo Tribunal Federal.

Na quinta-feira, 5 de março, a delegação argentina chegará ao Rio de Janeiro para se encontrar com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil (BNDES), Gustavo Montezano. Essa reunião de trabalho será a última parada da viagem ao país. Na residência oficial de Maia haverá outra reunião às 13 horas, da qual também participará o presidente do Senado, David Alcolumbre Tobelem, e o chefe do Supremo Tribunal Federal, José Antonio Dias Toffoli.

Então, a delegação argentina chefiada por Massa se mudará para o Congresso brasileiro para participar de uma “sessão solene”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s