Quarentena na Argentina vai até 28 de junho

O Presidente anunciou a continuidade do isolamento social em cidades onde há circulação comunitária do vírus e onde a duplicação de casos se acelerou nos últimos dias, como é o caso da Região Metropolitana de Buenos Aires e do Grande Chaco. Por sua vez, o resto do país terá uma flexibilização notória do isolamento social.

FONTE: Política argentina

“Continuamos a confirmar que os resultados que estamos obtendo em comparação com a região são encorajadores”, disse ele.

Dessa maneira, o Presidente deixou claro que até agora “fizemos as coisas bem como sociedade. Quando vemos como os casos estão se duplicando, vemos que o país, como um todo, não está nos níveis que gostaríamos de estar, fundamentalmente devido à incidência de AMBA” (região metropolitana de Buenos Aires).

“Se retirarmos a AMBA, a duplicação do [vírus no] país é de 43,8. O potencial do contágio aumenta se alguém se aproximar das áreas de maior dispersão do vírus, especificamente da AMBA e [da cidade de] Resistência (Chaco). Hoje conversei com todos os governadores, e eles detectam o mesmo problema: vizinhos de suas províncias que retornam [de Buenos Aires] carregando o vírus”, acrescentou Alberto.

“Estamos dando um novo passo, que é ajudar o país a otimizar sua economia e, dessa forma, podemos retornar gradualmente à atividade normal”, encerrou o presidente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s