Primeiro encontro entre Alberto Fernández e Jair Bolsonaro

O presidente argentino pediu para deixar “as diferenças do passado e enfrentar o futuro com as ferramentas que funcionam bem entre nós”.

FONTE: El destape

O presidente Alberto Fernández liderou esta manhã, por videoconferência, a cerimônia de comemoração do Dia da Amizade Argentino-Brasileira junto com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro. O motivo do primeiro diálogo entre os presidentes foi a comemoração do encontro, há 35 anos, entre os ex-mandatários Raúl Alfonsín e José Sarney em Foz de Iguaçu.

Fernández disse que aquele dia foi “muito importante para a Argentina e o Brasil e para todo o continente” porque “pela primeira vez começaram a pensar na integração continental”. Segundo Alberto, a importância da reunião é “dar o impulso que o Mercosul precisa e é imperativo que Brasil e Argentina o façam juntos”.

Além disso, solicitou deixar “as diferenças do passado e enfrentar o futuro com as ferramentas que funcionam bem entre nós”, promovendo “os pontos de acordo”. Por sua vez, Bolsonaro assegurou que o “Mercosul” é o “principal pilar da integração latino-americana” e pediu “mecanismos mais ágeis e menos burocráticos” no quadro do organismo multilateral.

O presidente brasileiro também manifestou a vontade de avançar em áreas de interesse comum, “especialmente na área do turismo”, entre os dois países. “Nossas Forças Armadas têm uma integração excelente. Vamos fortalecer nossa integração nas indústrias de defesa e avançaremos na luta contra o narcotráfico e o crime transnacional”, disse Bolsonaro.

Fernández participou do diálogo por meio de videoconferência, da qual também participou o ex-presidente Sarney, a quem prestou homenagem por sua vocação de diálogo com o então presidente Raúl Alfonsín. “Esta data foi escolhida para lembrar o início do Mercosul, onde buscávamos crescer e formar um grupo competitivo em nível internacional para ampliar a integração de nossos países”, disse Sarney.

O presidente argentino estava acompanhado do ministro das Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto, Felipe Solá e pelo embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli. Em representação do Brasil, participaram o chefe da pasta de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o secretário de Assuntos Estratégicos, Flavio Viana Rocha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s