Carlos Saúl Menem morreu aos 90 anos

O ex-presidente faleceu neste domingo no hospital particular Los Arcos da Cidade de Buenos Aires, onde havia sido internado há dois meses por infecção urinária.

FONTE: Primereando las noticias

Havia sofrido insuficiência renal e problemas cardíacos prévios. Durante sua internação, esteve sempre acompanhado de sua ex-esposa Zulema Yoma e de sua filha Zulemita Menem.

Menem foi Presidente da Argentina por dois mandatos, de 1989 a 1999. Atualmente, ocupava o cargo de Senador pela província de La Rioja até 2023.

Devido à idade avançada, era um paciente de risco de pandemia do coronavírus na Argentina e em 2020 foi internado no Instituto de Diagnóstico e Tratamento para pneumonia bilateral e, posteriormente, por quadro de baixa saturação sanguínea.

O ex-presidente havia completado 90 anos no dia 2 de julho, quando ainda estava em sua segunda internação em 2020.

Como presidente, elegeu-se em 1989 com uma agenda progressista mas, mesmo antes de assumir, rodeou-se de setores neoliberais com os quais desenvolveu uma política econômica ancorada na restrição da emissão monetária, no favorecimento do investimento estrangeiro e nas privatizações de empresas públicas centrais para a economia argentina, como forma de aumentar as reservas monetárias que garantissem a paridade cambial com a moeda norte-americana.

Os custos sociais de seus dois governos foram muito altos: desemprego, precarização das condições trabalhistas etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s