O presidente Fernández anunciou novas restrições para conter a segunda onda do coronavirus

Desde a residência de Olivos, Alberto Fernández decretou novas restrições à circulação, fechamento de lojas e proibição de algumas atividades.

FONTE: Portal de noticias

O presidente Alberto Fernández voltou a falar aos argentinos por meio de uma mensagem gravada na residência de Olivos, na qual anunciou novas medidas para conter a segunda onda de infecções por coronavirus.

“Nestes meses queremos cuidar da saúde, cuidar da recuperação econômica e cuidar da presença nas escolas o máximo possível”, disse o presidente ao alertar que apesar do pedido do governo, muitos continuaram fazendo de tudo, infectando, celebrando e não cumprindo com todos os protocolos atuais.

“A Argentina entrou na segunda onda [do coronavirus]”, disse e explicou que “só nos últimos 7 dias os casos aumentaram 36% em todo o país e 53% na cidade de Buenos Aires e região metropolitana”.

Nesse sentido, anunciou as medidas há muito esperadas para conter a irradiação do vírus. “Adotamos várias medidas que vão reger todo o país e outras mais específicas que vão atingir áreas de médio e alto risco epidemiológico e sanitário.”

Além das medidas que começam no dia 9 de abril à meia-noite e vão até o dia 30 desse mês, o presidente reclamou do uso político da pandemia pela oposição: “Não gosto que se faça política com a pandemia”.

Por fim, lembrou que ele mesmo está passando pela doença e mais uma vez pediu responsabilidade aos cidadãos. “Como vocês sabem, eu pessoalmente passei por uma experiência que mostra o quão importante é a vacina”.

“Unidos e unidas, vamos redobrar o atendimento e a vacinação nos próximos meses”, finalizou.

AS MEDIDAS ANUNCIADAS

As viagens em grupo de Formatura, Grupos de Estudos e Turistas estão suspensas para todo o país.

Nas áreas do país consideradas de médio risco epidemiológico e sanitário, é faculdade dos governadores adotar medidas precoces que reduzam a circulação para prevenir infecções, visto que é função exclusiva das províncias monitorar e fazer cumprir qualquer medida restritiva de circulação.

Nas áreas do país onde há maior risco epidemiológico e sanitário, também serão tomadas as seguintes medidas.

a. Suspendem-se as atividades sociais em residências particulares.

b. Suspendem-se os encontros sociais em espaços públicos ao ar livre com mais de 20 pessoas.

c. Suspendem-se cassinos, bingos, boates ou qualquer atividade de salão de festas.

d. Suspende-se a prática recreativa de qualquer esporte em locais fechados com participação de mais de 10 pessoas.

e. Bares e restaurantes fecharão às 23h.

f. A circulação é proibida entre as 00h00 e as 6h00 da manhã. Dependendo das jurisdições, as autoridades só podem estender esse horário dependendo das especificidades de cada local.

Especificamente, na cidade de Buenos Aires e região metropolitana, somente os trabalhadores considerados essenciais, toda a comunidade educativa e aqueles que já foram expressamente autorizados podem utilizar o transporte público.

Essas medidas estarão em vigor da 0h da sexta-feira, 9 de abril, até 30 de abril. O Governo Nacional avaliará cuidadosamente a correta implementação das medidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s